13866ee35680a34d53d0670abef253b7

O que será de 2017?

Não sei… Aliás, não sei o que será de amanhã ou daqui a 1 segundo… Tudo pode acontecer. A incerteza é algo inevitável; “a dúvida é o preço da pureza e é inútil ter certeza – já dizia Humberto Gessinger. Por mais que tentemos planejar, tudo pode mudar num instante. Veja bem, não sou contra planejamento, entretanto é preciso ter consciência do inesperado, de que não há controle total sobre a fluidez da vida. Quando percebemos este espaço e nos abrimos ao desconhecido, ficamos mais presentes, mais alertas.

Por isso, desejo que você não espere nada de 2017; desejo que você espere de você mesmo. Desejo que você se dê a chance de sair da zona de conforto . Que você aceite o incerto, deixe aflorar a sua vulnerabilidade, se desarme; se permita arriscar; se entregar e enfim dar o primeiro passo em direção àquele sonho maluco guardado na gaveta há tanto tempo… Assim, você estará presente; aqui e agora. Exercite a confiança e saboreie o novo. Assuma a responsabilidade, tenha coragem! Não, não há garantias…. Pode dar tudo errado… e daí? As garantias são a sua vivacidade; e a de que não haverá arrependimento do que não foi tentado.

A meditação, a presença no agora, pode ser este arriscar-se. Ela cria muito medo na nossa mente, porque parece não fazer sentido. Ela é uma ameaça à mente. É um salto no desconhecido; um salto para dentro. É um estar consigo mesmo -solitário. Um sentir – muito mais do que um pensar. É o desligar desta TV que está na nossa cabeça noticiando o que passou, prevendo o que pode acontecer e criando inúmeras confabulações incessantemente e de uma forma repetitiva. A meditação é perceber o corpo, escutar o silêncio, aceitar as emoções e os pensamentos… É muito além da prática, do ritual; ela uma qualidade. Não há o que esperar, é agora. É perceber a quantidade de julgamentos que temos sobre nós mesmos e quantas vezes tomamos atitudes baseadas neles… Nós não somos estes julgamentos… Nós somos muito, MUITO mais.

O podcast Demasiado Humano deseja que você desfrute 2017 pleno de consciência! 😉

Roberto Chiodelli

  1. 2 de maio de 2017

    Belíssimo texto. Temos que esperar de nós, estarmos abertos ao inesperado.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

2015 © Copyright - Demasiado Humano

Criado por CriaSites.net